Read more

Tempo de balanço

Eu gostava do tempo em que eu tinha disponibilidade de criar posts aqui me comunicando com vocês, no meu cantinho totalmente pessoal, falando com meia dúzia ou talvez quatro dúzias de leitores. Não é um post nostálgico, [apesar de estar sendo], esse é um post informativo.

De autora, passei para a alcunha de “a dona do Lettera“, e não foi apenas mudança de alcunha, o Lettera mudou bastante minha rotina e consome tempo considerável da minha vida. Isso é bom, me trouxe uma interação infinitamente maior e contato com mais pessoas. Tirando algumas poucas reclamações e pepinos, o saldo é positivo e a experiência é ótima.

O Lettera, meu querido filho, completa dois aninhos no próximo dia 04 de setembro, ultrapassando 7 milhões de visitas, quem diria hein? Vingou.

E está ganhando, aos poucos, um novo layout. Aqui a equipe de desenvolvimento é formada por eu e eu mesma (a esposa dá uns helps quando a coisa aperta). Espero poder mostrar o novo layout, [em pelo menos algumas páginas internas], no dia do aniversário dele. Se despeçam do bege, vem algo colorido por aí.

Mas esse não é um post sobre o Lettera, [apesar de estar sendo], esse é um post informativo. É para você que me lê.

O ponto negativo do tempo roubado pelo Lettera (que concilio com a faculdade de Jornalismo que iniciei no ano passado + meu trabalho), é ter sobrado pouco tempo para escrever e menos ainda para responder os comentários, os maravilhosos comentários que continuo recebendo, e que mais do que nunca são apreciados e adorados. Às vezes eu amo tanto um comentário que dou print e passo o dia relendo no celular.

2121 já está ultrapassando Greys Anatomy e Malhação em tempo de vida. Essa saga, iniciada em novembro de 2014, já deveria ter terminado no ano passado, mas ganhou fôlego e continua sendo escrita. Sim, ela se estendeu para além das cenas planejadas inicialmente, mas meu ritmo de escrita decaiu drasticamente nos últimos tempos. Eu costumava escrever 25 mil palavras por mês, agora mal saem 10 mil.

Mas [in]felizmente 2121 está terminando. Mesmo. Eu juro. Se eu não terminar até novembro vou ter que matar todo mundo e encerrar a história num futuro habitado apenas por baratas. Baratas e Theo, porque nada consegue matar Theo.

Quando 2121 terminar, quando eu chorar por isso, quando eu superar o término, começa o processo de publicação de um livro físico. Eu já escolhi qual história vai para o papel, mas não vou dizer agora.

Depois que finalmente tiver um livrinho impresso em minhas mãos, depois de chorar por isso, depois de chorar de novo pelo término de 2121, depois de férias literárias, começo uma história nova. Que já está todinha delineada e teimando em sair da minha mente, mas vai esperar alguns meses.

Bom, o que mais precisa ser dito? Por hoje é só isso mesmo, se eu lembrar de algo depois, guardo para mim. Mentira, eu posto no Facebook. Conhecem a página deste blog? Tem o Snoopy lá, curtam: www.facebook.com/schwinden.blog

Obrigada por dedicarem seu tempo lendo minhas histórias, obrigada por comentarem, obrigada por visitarem o Lettera, obrigada por contribuírem financeiramente para o Lettera, obrigada por existirem, vocês são parte [importante] da minha vida.

Facebook

comentários

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: