20 thoughts on “Fosfenos

  1. Amoo coçar os olhos e ver estrelas kkkkkkk
    Olhe vc pare de botar idéias erradas na nossa cabeça! !
    As tagstão demais! Hahahaha
    Beijos

  2. Ei Cris!!!

    PARABÉNS pela seleção do seu conto para o Estranha Bahia! ^^ Feliz por você! \o/ Mantenha-nos informadas! =D

    E Oxente você pare de trollar a gente viu! X-O

    Você quase me pegou com essa sua primeira tag sobre Theo! Pois de todas elas, essa foi a única que de fato já passou pela minha cabeça há alguns meses atrás. Na época descartei logo porque não fazia muito sentido. =P Continuo não acreditando…

    Um abraço feliz!

    1. Peraí dona Marília, quem é você no Facebook??
      E sério que passou pela sua cabeça Theo ser dona do Circus? Nem pela minha cabeça havia passado.
      Abraços felizes para você também!

      1. Ouwnnn que fofinha… “é meu primeiro conto hetero.” ^_^
        Essa frase soa meio do avesso… xD

        Pois é… é sério que a versão “cafetona” da Theo passou por minha cabeça, mas só passou, não ficou…

        Você não me conhece pelo face. Apenas olhei por curiosidade e vi o post (não briga comigo). Bom, mas se quiser me conhecer por lá posso providenciar. =)

        Um bj

        1. Meu, Theo cafetona seria engraçado, mas não faço ideia como sua cabeça chegou nessa ideia, só se ela estiver mentindo muito.
          Gostaria sim que você providenciasse este encontro facebookiano, é possível?

  3. Essa sensação de fosfeno é uma viagem…

    Só acho que Theo não pode ser homem, nem o Mike e nem uma alienígena.
    Se é fruto de uma alguma imaginação? Pode ser sim, mas na nossa. Não da Sam.
    Theo dona do Circus? Fale-me mais sobre isso…

      1. Quando vi tua ideia pra 2121 quando você ia escrever o Nano, imaginei aquele filme com o Jude Law que ele é um cara que retoma os órgãos artificiais das pessoas que não pagam, acho que é Repo Man, não estou no put aí tenho preguiça de procurar no Google, se a Theo fosse fruto da imaginação de Sam quem sabe ela nem estivesse vivendo essas coisas, ou tipo aquele filme Source Code que o cara está ligado a um programa tipo em uma realidade paralela, já viu? Esse filme é ótimo!

Deixe seu comentário