No Image

PH Poem a Day – Dia 15 – O café

Dia 15 – O café Que acelerada essa menina, ela sempre reclamava A pressa, dos ritmos era o seu mais lento Avoada, esbaforida, ouvia duas ou três palavras Viver na correria era seu intento   Corre pra casa, sua namorada...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 14 – A clavícula

Dia 14 – A clavícula O forninho caiu, quebrando a clavícula de Juliana. Geovana já chamou o Xamu. Ninguém sai.
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 13 – O marinheiro

Dia 13 – O marinheiro A grande nau cortava ondas ferozes numa tarde de mar tempestuoso, embalando marinheiros italianos que se aproximavam de casa, após meses de navegação no mar aberto. Os porões vazios, os bolsos cheios, e apenas almejavam...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 12 – O som ao redor

Dia 12 – O som ao redor É difícil ser monstro nos dias de hoje. A concorrência com os humanos é desleal, estão mais violentos do que nunca, assustam muito mais do que nós. Antigamente as criancinhas se assustavam a...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 11 – A fantasia

Me segure como se eu fosse um peixe em fuga, me puxe como se eu estivesse resistindo, como se pesasse uma tonelada. Mas me empurre de volta, me derrube na cama com as mãos espalmadas em meu peito. Eu te...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 10 – O eclipse

read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 9 – A loucura

Dia 9 – A loucura Eu precisava chegar à algum lugar, tinha pressa, mas sequer sabia para onde ir. Ok, eu não me importava para onde estava indo. E assim fui, pela floresta tão gigante, não, pela floresta tão pequenina,...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 8 – A montanha e o rio

Dia 8 – A montanha e o rio No caminho do novo rio havia uma montanha. Havia uma montanha no caminho do novo rio. – O que faremos agora? – Perguntou o engenheiro ao empreiteiro. – Dinamize. – Dinamize? –...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 7 – As margaridas

Dia 7 – As margaridas Bom dia amor Acorda, te trago flores. Rosas? Não margaridas, duas, eu e você É um belo dia, o mais florido do ano, porque é o nosso dia. O dia das margaridas que se encontraram...
read more
No Image

PH Poem A Day – Dia 6 – O cabelo

  Dia 6 – O cabelo   – Rapunzel! Jogue suas louras tranças! – O esbelto príncipe bradava abaixo da torre, com sua roupa pomposa de mangas fofas. Mas nada aconteceu. – Rapunzel, meu amor, jogue suas tranças! Apenas o...
read more
No Image

PH Poem A Day – Dia 5 – O sabiá

Dia 5 – O sabiá Ele não falhava: sempre na hora do café da manhã e à noite, o sabiá aparecia na janela da casa de Noelle e Edcarlos, já se tornara praticamente o terceiro membro da família Medeiros. Noelle...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 4 – O verão

Dia 4 – O verão Eu não queria matar. Não posso dizer que nunca tive esse ímpeto antes, quem nunca? Mas as ordens são claras, não é uma voz humana, sequer é uma voz dessa dimensão, são as instruções do...
read more
No Image

PH Poem a Day – Dia 3 – O esquecimento

Dia 3 – O esquecimento Rosemeire era uma católica fervorosa, dessas de promover novenas até para santo que não existia ainda. Havia acabado de desencarnar, bater as botas, passar dessa para uma melhor.  Pelo menos era o que ela esperava...
read more
No Image

PH Poem A Day – Dia 2 – A memória

Dia 2 – A Memória – Acessando memória de João Epaminondas Silva, aguarde enquanto a conexão é estabelecida. (alerta: não desconecte o cabo do seu cérebro) – Listando pastas de memórias, divididas por intensidade. – Você selecionou ...
read more
No Image

PH Poem A Day – Dia 1 – O começo

Hoje começa o PH Poem a Day de dezembro, que está de volta com novos temas. E é claro que irei participar. Acaba um maratona literária, começa um desafio literário, e assim eu emendo o PH Poem A Day após...
read more
No Image

Dia 6 – Azul – Poem a Day

Ok, o desafio #PHPoemADay foi em junho, mas não pude continuar participando por falta de tempo, então nada melhor que neste hiatus de escrita de grandes histórias, que eu retome tardiamente aos micro contos, seguindo a temática de cada dia....
read more
No Image

Poem a Day – Dia 22 – Cotidiano

Eu sei que algumas pessoas frequentam este blog, um blog tão inconstante. Eu sei. E eu aprecio isso, agradeço as visitas. Estou sofrendo do mal de não escrever, porque o tempo me é raro nestes dias juninos. Por quê? Porque...
read more
No Image

Poem a day – Dia 4 – Minha paixão

Dia 4 – Minha paixão* Ela é minha dubiedade preferida, me mostra ora paz e concordância, ora alvoroço e argumento. Me tira da zona de conforto quando se faz necessário, me conforta quando é imprescindível. Te amo o tempo todo,...
read more
No Image

Poem a day – Dia 3 – Espelho

Espelho Todas as noites ela vinha se olhar no espelho, havia se tornado um hábito quase religioso, apenas a hora que mudava, uns minutos antes hoje, porque fazia frio, uns a mais no verão, porque ela gostava de aproveitar os...
read more
No Image

Poem a day – Dia 2 – Céu de hoje

O céu de hoje Quando criança ouvia os adultos falando “fulano vai ver o sol nascer quadrado”, quando alguém ia preso. Engraçado, estou aqui há quase dois anos e nunca vi o sol nascer quadrado. Mas o vejo se pondo...
read more