Bônus

bobesponja

Conforme prometido, aqui está o bônus por minha página do Facebook ter alcançado 250 curtidas: um capítulo crossover de Amigos de Aluguel com A Lince e a Raposa.

Mas Cristiane, isso é possível? Perguntaria um leitor atento.

Sim, ambas as histórias se passam em 2013, acredite se puder.

Mas Cristiane, qual a ligação entre as histórias, sendo que uma é uma ficção científica, e outra e uma comédia romântica? Perguntaria um leitor curioso.

Lina é prima de Anna. Não de forma consaguínea, já que o pai de Anna era adotado. Por Vulpis. Isso quer dizer que hipoteticamente Lina é uma…

Sim.

Mas Cristiane, então Alice é de qual raça? Onde estão os Titans em Amigos de Aluguel? E os híbridos? E gárgulas? Perguntaria um leitor enxerido.

Ah, me deixe em paz. Licença poética, já ouviu falar?

Obrigada à todos que curtiram minha página, todas as 390 curtidas. Espero que curtam essa brincadeira despretensiosa, e matem um pouco a saudade de Anna, Jenny, Lina, e Alice.

Capítulo bônus.

Lembrando que essa viagem está brevemente descrita no capítulo 38 de Amigos de Aluguel.

 

tumblr_mkbiz3Wcmz1qz7t0xo1_500

Histórias sem senha por tempo limitado

Devido ao aumento da procura pelas histórias desse blog, que possuem senha, eu removi a senha de leitura temporariamente, porque irei viajar e não teria como repassar a senha individualmente para quem me solicitar.

Seguem os links:

A Lince e a Raposa.

Amigos de Aluguel.

2121.

Semana que vem as senhas retornam.

Obrigada pelas visitas e recados, realmente não tenho como responder tudo agora, mas semana que vem cuidarei disso.

Bom final de semana!

penha-itaparica

O dia em que segurei meu sonho em minhas mãos

Título bonito, não é?

Mais bonito ainda é o presente de Natal que ganhei hoje:

capa

My beloved wife Lorena desenhou essa capa, criou sinopse e biografia (tão linda que nem parece que é sobre mim), e mandou imprimir duas cópias, com marcadores de página e tudo.

E agora eu tenho em mãos uma obra que dediquei tanto carinho! Quase dois anos escrevendo A Lince e a Raposa, que é meu primeiro romance, e agora o vejo materializado, é bom, viu? É muito bom.

Obrigada, meu amor. Esse com certeza é o melhor presente que eu poderia ganhar, te amo!

***

Recebi hoje também a camisa de vencedora do NaNo, que comprei no início de novembro (nem atrasou, imagina):

nano

Ganhei 2013, ganhei 2014, aqui missão dada é missão cumprida.

(Comprei a versão 2013 porque estava metade do preço da versão 2014, sou dessas).

***

Sobre o novo romance, 2121, cheguei aos 30 post its desenvolvidos (faltam 15 post its, ou seja, 15 cenas). O final já está escrito, e vai ser mais ou menos assim:

10891618_780013368720420_1972015891275885571_n

Katniss não curtiu.

Theo e Sam me chamam, quem disse que escrever distopia é fácil? Espero terminar 2121 até março, mas até lá vou precisar de leitores bondosos que aceitem ler e dar um retorno sobre suas impressões, Precisarei de uns 10 voluntários, conto com vocês, queridos.

***

That’s all folks, um excelente 2015 para todos vocês, obrigada por me acompanharem por aqui, pelo AbcLes, ou pelo meu Facebook. Obrigada por fazerem parte do meu excelente 2014!

Muita escrita e leitura para todos!

the-slanted-lens-cat-ny1

 

Opa, cadê as histórias?

É, as duas histórias sumiram daqui. E do AbcLes também.

Foi só prudência mesmo, achei uma delas num site de fanfics, e como eu pretendia tirá-las do ar quando começasse a procurar editora para publicá-las, achei melhor não correr mais esse risco. Sobre a replicação não autorizada, já conversei com a menina e ela tirou do ar numa boa.

Estava lendo e eu malvadamente apaguei tudo? Me pede que eu mando um link ultra mega super secreto com a história que você quer ler. Curtiu e quer ler de novo? Mesma coisa: pede aqui (ou por e-mail), que eu mando.

A nova história já está na metade, e também quando finalizá-la seguirá o mesmo protocolo: vai para um link ultra mega super secreto, para quem quiser ler.

Se você gostaria de ler ou reler Amigos de Aluguel ou A Lince e a Raposa, completas, solicite por e-mail, aqui pelo blog, ou pelo meu Facebook.

Agradecemos a preferência.

Cat-Reading

Capítulo 46 de A Lince e a Raposa (último)

lince_final

 

Hoje o cantinho da reflexão está vazio. O banco de ferro na praia contempla o mar solitariamente. Ninguém fez café, nem bom, nem ruim. Não há bagunça para limpar, nem pontos a serem dados, nem curativos a serem feitos. Não há sequer sangue. A TV da sala está desligada, não está passando Bob Esponja. O pub costarriquenho não abriu as portas, no hay banda. Não tem mais nenhum frasco laranja na segunda gaveta. Pelo menos assim ninguém corre o risco de ter uma overdose. Ninguém ligou da Escócia, nem mandou carta de lá. A mesma coisa do Canadá, só silêncio. Todas as adagas repousam na oficina ou nas paredes da sala, nenhuma está no coldre surrupiado, nenhuma está suja de sangue. Pequeno castor é somente a designação de um pequeno roedor, que corre na floresta de duendes, com lebres azuis, linces e raposas.

Duzentos, afastem-se!

A jornada começou de mau jeito, no susto, numa emergência. Ninguém apostaria que aquilo poderia dar certo. Mas deu. Elas prestavam atenção, estudavam, ao mesmo tempo se autoconheciam. Precisou-se de quase três meses para alguém tomar coragem e finalmente dar um mísero beijo!

Trezentos, afastem-se!

Não existe final, existe apenas o ponto final, um ponto final colocado devagar por mim, com cuidado, com a ponta dos dedos, para não chamar a atenção, para não doer. Mas dói, é inevitável.

Trezentos e sessenta! Afastem-se!

 

É o fim, e o capítulo final está aqui: Capítulo 46, que inclusive leva o nome de um episódio de Arquivo-X: “O campo onde eu morri”, assim como “Jogo de gato e rato” e “Fim de jogo”.

 

Agradeço sinceramente todos que leram, aqui ou no Abcles, todos que comentaram, que pediram, exigiram, deram pitacos, elogiaram, reclamaram. Todos que deram seu apoio, de uma forma ou de outra.

Vamos aos números da Lince e a Raposa:

 

– 198 mil palavras

– 622 páginas de Word

– 20 meses

– 86 mil leituras no Abcles (até o momento)

– 450 comentários, também no Abcles (até o momento)

– 35 mortes (sem contar gárgulas e o coelho), sendo 9 pelas mãos da Jennifer e 26 pelas mãos da Anna.

– 2 estupros (não narrados, porque eu tenho bom senso)

– 1 tortura (detalhadamente narrada, porque eu sou malvada)

– centenas de palavrões (90% proferidos por Jennifer)

– dezenas de beijos

– 3 cenas de sexo

– 2 protagonistas

– 1 final… triste, feliz ou aberto? Só lendo o derradeiro capítulo para saber.

Capítulo 45 de A Lince e a Raposa

acbc2f7c45fdb499636163eb6712e86a

 

Taí o capítulo mais difícil de escrever de todos os tempos: Capítulo 45

Esse é o penúltimo, estou terminando o último (insira lágrimas aqui), e como esse capítulo de hoje terminou, digamos, de forma polêmica, para não dizer outra coisa, irei postar o fim em breve.

Notícias do Amigos de Aluguel: ele virou meu Camp NaNo de abril, ou seja, vou tirar o mês que se inicia nesta terça para finalizar essa história. Me coloquei como meta 20 mil palavras para este Camp, acho que é o suficiente para dar um final digno à Alice. Isso significa que semana que vem tem capítulo novo aqui.

Obrigada à meia dúzia de pessoas que acompanham esse blog, e um beijo aos que comentam, é ótimo receber feedback.

7b8bc282c17c88f679664bc4bee706cc