6 dicas para fisgar o leitor no primeiro capítulo

Finalmente este blog está se tornando o que ele diz ser, um blog sobre escrita. (ouço palmas)

Segue minha tradução livre de uma matéria do blog Get It Write Tonight que achei interessante compartilhar (mentira, eu fico com preguiça de anotar tudo e resolvo postar aqui como forma de arquivar para uso posterior):

1. Apresente seu protagonista o mais rápido possível:
Apresente seu personagem principal e conte ao leitor quem ele é sem sair listando tudo, tintin por tintin. Quanto mais rápido o leitor souber de algo, melhor. Tente fazer isto dentro dos quatro primeiros parágrafos, não seja lento e não entedie o leitor, senão ele começará a pular informações.

2. Levante uma questão o mais rápido possível (sim, tudo é ‘o mais rápido possível’, sua história tem que ser intrigante ok?):
Crie uma questão que é relevante para a trama. Não conte ao seu leitor o que seu protagonista comeu no café da manhã, as pessoas querem uma questão complexa que desperte sua curiosidade e as obrigue a avançar com a história. Qualquer coisa menor que isso e elas irão devolver seu livro para a prateleira. E então responda esta pergunta, mas logo em seguida crie outra questão, mas quem sabe você leve um tempo maior para responder.
Crie um efeito bola de neve de perguntas e respostas, jogue seu leitor ladeira abaixo de um jeito que ele não consiga mais largar seu livro.

3. Dedilhe as cordas do coração do leitor:
Brinque com uma emoção. Faça seu leitor sentir simpatia, ou raiva, ou felicidade, ou tristeza. Lhe dê satisfação emocional rapidamente. Por que ele deve se importar com seus personagens? Buffy Andrews diz: quatro palavras para um escritor “faça eu me importar.” Isso é verdade, o leitor deve se importar com os personagens e o que está acontecendo com eles.
Em seguida aprofunde essa caracterização para que os leitores se preocupem mais ainda com o avançar da história.

4. Aprofunde a caracterização:
É semelhante com a questão emocional, mas existe uma boa diferença. Envolver leitores emocionalmente os fazem sentir pelos personagens. A caracterização desenvolve esses personagens de uma forma tão verossímil quanto pessoas com quais nos relacionamos. Desenvolva seus personagens rapidamente e mostre aos leitores quem eles são no menor número de palavras possível.
“A brevidade é a alma da sagacidade.” Quanto mais rápido o leitor vê que esta é realmente uma pessoa real, fazendo coisas reais, em lugares reais, mais rápido eles vão entrar no mundo de sua história, e isso é exatamente o que você quer que aconteça. Transforme palavras em pessoas.

5. Dê ao seu protagonista um objetivo:
Mostre ao leitor que seu personagem quer algo. Fixe a ideia de que haverá uma jornada para um objetivo que vai governar o resto da história. O personagem principal PRECISA deste objetivo. E ele vai alimentar sua paixão para seguir nesta jornada. Seja qual for sua meta, ele vai passar por poucas e boas para alcançar. Mostre que seu personagem está sentindo falta de algo tão importante, que ele está disposto a fazer o que for preciso para conseguir.

6. Crie conflitos com esse objetivo:
Apenas certifique-se que isso não irá demorar muito, se possível crie este conflito no fim do primeiro capítulo, e siga este roteiro:
A) Tenha certeza que o conflito despertará esta pergunta ‘como o personagem irá superar o conflito?’. B) Tente dedilhar nas cordas do coração do leitor quando o conflito aparecer. Faça-o sentir raiva, alegria, tristeza ou simpatia. Tocar nas emoções é uma das técnicas mais fortes da narrativa. C) Quando o conflito aparecer, deixe claro que para superar o conflito a moral, escolhas e valores do personagem serão postos a prova. O personagem vai ser duramente pressionado até obter seu objetivo.

Claro que essas são apenas dicas, meras orientações. Assim como todo o conteúdo de escrita desse blog, nada deve ser levado ao pé da letra e tudo depende da narrativa em si e suas peculiaridades.

A matéria original pode ser lida aqui: salexmartin.webs.com/apps/blog/show/22839542-6-tips-to-hook-readers-in-the-first-chapter

Facebook

comentários

One thought on “6 dicas para fisgar o leitor no primeiro capítulo

  1. Boa madrugada,
    como sou mt gaita vou falar o que penso..rsrs

    Gosto de personagens complexos,gosto de sabe algo,mas nao tudo,gosto de mistério e ir descobrindo,mas nada de prolongar mt..tipo no 10 capítulo..rsrs..Tenho q criar laco com os personagens,senao n rola..eu abandono a história e tem q me mostrar o q vai rolar,se dizer e sempre terminar com alguma questao q me dará curiosidade!
    Gosto de personagens c personalidades fortes,q intriga,revela que me desperta mts emocoes..é como q tenho q ta la na história..sou do tipo q comec a debater c o personagem como se tivesse lá..e tomele movimentos c as maos.
    Sobre os conflitos,pode ser até no 2 cap..3,mas que n fique 25 capítulos me dizendo sobre esse conflito ou ao menos q avance algo,tem gente q rfica rodando q nem barata tonta e n sai..ai vem no capítulo 40 ja fiquei entediada..rsrs.a n ser q ela escreva um conflito da porra,mas tem q ser algo bem boladoo
    Oia,vc ta escrevendo aqui pra usa dps..pq n deixou no word..pq pode acessar de qq máquina??rsrs
    Te cuidaa,
    bjoss

Deixe seu comentário